#Resenha: Deadpool 2

DEadpool

Nunca fui fã  de heróis que são super mocinhos, ou patriotas (com exceção do Batman que eu poderia dar mil razões ser o mais foda de todos mas não estamos aqui pra isso não é mesmo?). O Deadpool é um anti herói, agindo em certos casos como herói e poucas vezes como vilão. Apelidado de “Merc with a mouth” (algo como “mercenário tagarela”), ele inicialmente era uma paródia do vilão da DC Comics (o também mercenário Exterminador).

Após ver o trailer do filme, fiquei bastante curiosa com a história. Eu já joguei com o personagem no jogo Guerra Civil e achei muito legal (ok, não é a mesma coisa).

Nos quadrinhos as tiradas dele ficam ainda melhor,  Deadpool 2 faz referência a Star Wars (que  por sinal não entendi porque não vi nenhum dos filmes). A história é continuação da edição 1 (dããããr), o herói está com uma agente e amiga presa em sua mente e por isso o traidor agente Gorman coloca a cabeça do Deadpool à prêmio.

Além disso ele tem que lidar com o fato de ao mesmo tempo que quer salvar sua amiga e levá-la de volta pra sua família, isso significa não tê-la mais junto 24hs por dia. E após enfrentar todos os mercenários que querem exterminá-lo ele tem que travar uma luta consigo mesmo, revelando que embaixo de todo o sarcasmo do anti-herói existe um homem muito solitário

Nosso mercenário tagarela está sedento por vingança, o que será que vai acontecer com Gorman?

Papel LWC | Capa Canoa | R$7,20 Panini Comic  

Emagrecer ou ser emagrecido?

suplementos-termogenicos

Estava com a minha família em casa quando ouço minha mãe gritar pra eu mudar pro Fantástico pois estava passando uma matéria sobre anabolizantes. Não sei se já contei isso, mas apliquei algo chamado “óleo” nas coxas uma vez, um amigo que usava disse que não era bomba que aquilo servia apenas para inflamar o músculo e que o organismo eliminava pela urina. Bem aquilo doeu pra cacete, como se eu estivesse com uma câimbra bem forte e além da dor durar uns quatro dias ainda fiquei cheia de hematoma. Foi a primeira e última vez.

Acho trapaça apelar pra esse tipo de coisa, mas sempre fui adepta de suplementos e termogênicos pra alcançar o emagrecimento. Recentemente eu estava usando o Sineflex que embora tenha sido muito recomendado, não me fez sentir grande diferença.  E ainda um suplemento de Goji berry e BCAA.

Fui em uma endocrinologista porque me falaram que era importante, ela simplesmente descartou tudo que eu estava tomando sem sequer olhar, disse que era porcaria e mandou eu ir na feira que era mais saudável. Foi aí que surgiram diversas dúvidas na minha cabeça a respeito dos benefícios e malefícios e por isso conversei com a Nutricionista Esportiva Angélica Lima sobre isso.

Confira abaixo a entrevista.

Viviane Leone: Você recomendaria algum termogênico?

Angélica Lima: Antes de mais nada quero deixar claro que os  termogênicos são alimentos ou componentes  que para fazer a  digestão muda a temperatura e com isso o corpo gasta mais energia. Diante a isso indico sim termogênicos naturais como canela, gengibre etc.

Viviane Leone: Quais os perigos de se ingerir esse tipo de produto?

Angélica Lima: Com os termogênicos industrializados, deve se tomar muito cuidado pois os fabricantes colocam quantidades elevadas de algumas substâncias, principalmente a cafeína. Pessoas com hipertensão ou problemas cardíacos não devem consumir.

Viviane Leone: Os benefícios podem ser definitivos?

Angélica Lima: Não existe milagre, por isso o termogênico tanto industrializados como naturais devem ser aliados com atividade física e alimentação balanceada. Se a pessoa tiver uma rotina saudável os resultados serão definitivos.

Viviane Leone: Por que nutricionista esportivo indica suplementos e os nutricionistas tradicionais não?

Angélica Lima: A nutrição estuda várias especialidades e a nutrição esportiva estuda muito a interação dos suplementos com a fisiologia do individuo, devido a isso indicamos mais alguns suplementos que outro tipo de especialização na área da nutrição. Mas antes de fazer uso de qualquer suplemento o ideal é procurar um Nutricionista para saber se realmente aquele produto é indicado para você.

Viviane Leone: Qual a diferença de termogênicos para suplementos?

Angélica Lima: Existem os termogênicos naturais e os termogênicos industrializados em forma de suplemento.

Viviane Leone: Suplementos realmente funcionam? 

Angélica Lima: Existe realmente suplementos que temos comprovação cientifica que trazem resultados e outros que não existe estudos que comprovam, por isso as pessoas devem tomar cuidado.
Viviane Leone: Quando eu fui em uma endocrinologista levei 2 suplementos e 1 termogênico antes mesmo de olhar ela disse pra jogar tudo fora e comer fruta. Qual a seria a sua orientação nesse caso?
Angélica Lima: Endocrinologista é uma especialização diferente do Profissional de Nutrição. No caso da nutricionista esportiva iríamos  investigar sua rotina alimentar, histórico familiar de saúde, pedir exames, analisar se o produto é confiável  e analisar se realmente você  precisa de tal suplemento ou se podemos apenas mudar a alimentação.
Angélica Lima
Nutricionista Clinica e Esportiva
CRN 3 29505

As cenas mais violentas dos quadrinhos

violencia

A gente sabe que os quadrinhos são mais violentos que os filmes de super heróis, óbvio né dona Viviane sua retardada. E claro, que isso torna as coisas bem mais legais até porque em vários momentos essa violência é necessária. J. P DUTRA comenta: “As Histórias em Quadrinhos, como todas as formas de arte, fazem parte do contexto histórico e social que as cercam. Elas não surgem isoladas e isentas de influências. Na verdade, as ideologias e o momento político moldam, de maneira decisiva, até mesmo o mais descompromissado dos gibis”.

Vamos as cenas mais marcantes:

Superman mata o Coringa

superman mata coringa

Diferente de outros grandes super-heróis, Batman é um ser humano “normal”, que por conta de ter presenciado o assassinato de seus pais, em uma situação de assalto, faz um juramento, devotando sua vida para que essa cena não se repetisse mais, justamente por isso ele é contra matar qualquer pessoa. em Insjutice Superman mata o Coringa o que causa o rompimento entre ele o Batman.

Coringa mata o Robin

Coringa mata Robin

Os fãs na época odiavam tanto Jason Todd, que a Dc matou ele da forma mais violenta que encontraram. Isso tudo acontece em um armazém que o Coringa explode antes do Batman chegar. E para ficar pior ainda, tudo aconteceu na frente da mãe do Robin. A morte foi tão perturbadora que Frank Miller (que tem como trabalho infringir as leis da física e ver o quanto de dor seu corpo aguente) afirmou que essa morte “foi provavelmente a coisa mais feia que já vi nos quadrinhos”.

Hit-Girl mata Mãe Rússia

Mãe Rússia

Kick Ass já é uma revista em quadrinhos violenta desde seu começo, mas sem dúvida as cenas mais fortes são as que envolvem a personagem Hit-Girl, principalmente quando ela decapta a vilã Mãe Rússia.

As entranhas de Cristu Bulat

Cristu Bulat

Na edição de The Punisher MAX, Frank Castle tem tantas justificativas quanto o Justiceiro poderia exigir. Confrontado com escravização sexual na Europa Oriental, o Justiceiro faz seu caminho lento e mortal até os líderes dessa operação, que ele passa a estripar, jogar contra janelas reforçadas até ultrapassá-las e queima-os vivos.

Vespa sendo devorada

Vespa é devorada

Blob devora a Vespa , e logo depois é devorado pelo Hank Pym que na época era o Gigante.

Hank Pym

 

Qual cena você acha que devia estar na lista? 

 

Brody Dalle a voz que você precisa conhecer

Brody Dalle

É bem difícil eu ouvir bandas com vocais femininos, são raras as bandas que eu gosto porque acho bem difícil achar um timbre que não seja irritante agudo. Mas eis que apareceu no meu feed do Facebook um vídeo dessa moça Brody Dalle. 

Então claro que, depois de ouvir algumas músicas fui procurar saber um pouco mais sobre ela. Brody Dalle Homme é cantora, compositora e guitarrista australiana. Ela ficou conhecida por ter sido líder da banda punk The Distillers, e mais tarde, da banda de rock alternativo Spinnerette.

E pra você ver como a moça tem boas referências, desde pequena gostava de Cyndi Lauper , The Beatles, Nirvana e Hole.

Brody Dalle2

E aí gostou?

Diário de um nude (+18)

nudes

Olá,

Estava aqui de boa quando abri o Snapchat, não sei se foi a luz ou o clima, ou talvez o fato de eu estar olhando fixamente pro seu decote e não para os seus olhos mas vi em “minhas histórias” seu rosto sorrindo e pensei “cara, imagina essa carinha me olhando”.

Sei que você não pediu pra ver nem nada, e talvez seja atrevimento da minha parte mas bem não ligo de invadir seu espaço e de ser totalmente invasivo vou mandar assim mesmo!

Claro que depois que você abrir e me devolver a mensagem me xingando eu vou responder na maior cara lavada:

– Desculpa foi engano!

E embora sua resposta vá ser grossa e por mais que você queira parecer gritar com todas as letras em caixa alta, vou ignorar todas os palavões que você decidiu usar no fundo, no fundo eu sei que você gosta.

 

 

 

 

Aplicativo toca música de acordo com seu humor

sonza

Sabe quando você está feliz e quer ouvir só música alto astral? Ou quando está na fossa e bem você quer mesmo ouvir músicas de cortar os pulsos na fossa? só quer ouvir música deprê? Pois bem existe um aplicativo pra isso e o nome dele é  Songza.

O app é uma ótima opção para quem está enjoado de ouvir as mesmas de sua biblioteca pessoal. O serviço ainda é gratuito e permite a escolha de músicas por gênero, atividade, década, humor, etc. Tem até música pra cantar no chuveiro.

Infelizmente ele só está disponível para EUA e Canadá.

Deixem os mortos descansar

Olá meu nome é NÃO SEJA TROUXA e só namorei duas vezes em toda a vida. Aliás uma dessas vezes eu casei (sim, de verdade). Será que isso tudo cabe na minha testa? Porque sempre que minha família se encontra esse é o assunto principal.

Falam do meu ex namorado, falam do meu ex marido, fazem previsões até pro meu futuro. Tudo isso sem levar em consideração as minhas vontades, ou o que quero pra mim. Quando eu digo que não quero filhos, ou que não vou casar novamente todos dão risada. “Daqui a uns anos ela muda de ideia”, pode ser que sim mas e se eu não mudar? E qual problema em não mudar de ideia? O que tem de errado em não querer uma vida padrão margarina pra mim?

Não é trauma, talvez seja, sei o que quero pra mim e tenho prioridades na vida. Percebi que todo mundo pensa que sabe muito da vida, o suficiente pra dizer como você tem que levá-la. Uma coisa eu aprendi, não se joga pedra no telhado dos outros quando o seu é de vidro.

Deixem os mortos descansar, parem de falar do passado, dos erros, das escolhas de outras pessoas. Tudo que vivemos molda o nosso caráter e sem toda essa bagagem não seríamos quem somos.